Página inicialDestaquesComo aproveitar o novembro de ofertas e garantir suas próximas viagens

Como aproveitar o novembro de ofertas e garantir suas próximas viagens

Autoretrato Balneario Camboriu SC Gislene Bastos

As ofertas da black friday já inundaram seu feed e caixa de emails? Abre e avalie antes de deletar.

Novembro chegou com ares de renovação. Eleições municipais no Brasil. Uma apuração de votos recheada de suspense nos Estados Unidos. E por todo lado, ainda a expectativa em torno de uma vacina contra a covid19, com muitos países promovendo novos fechamentos de serviços para combater a multiplicação do coronavírus causador da doença. Neste cenário, as ofertas em torno da black friday deste novembro chegam num misto de esperança e descrédito. Está acontecendo com você também? Eu olho tudo, me animo e… deixo para depois. Mas, e se agora for mesmo o melhor momento para reorganizar o orçamento e incluir sua próxima viagem?

Para encarar o desafio com tranquilidade, aproveitar as ofertas agora e depois só curtir a brisa no rosto “com máscara”, por aqui ou lá longe, vista a roupa do planejamento consciente. Isso mesmo!  Separei um passo a passo para fazer a melhor escolha.


1 – não tenha medo de buscar informação 

Isso faz toda a diferença, principalmente agora. Chegou uma oferta de pacote imperdível para aquele paraíso praiano ou de montanha? Antes de fechar a compra, veja como está situação na região/país em relação ao tráfego de visitantes, restrições governamentais, funcionamento dos serviços turísticos, reservas para acesso aos atrativos, ocupação máxima, uso obrigatório de máscara em locais públicos. Detalhes que evitam surpresas desagradáveis lá na frente. E também consulte a estrutura de saúde na cidade ou centro urbano mais próximo, gráficos de crescimento/redução do contágio pelo coronavírus. Há outras doenças que merecem atenção no local de destino, necessidade de vacinas?


2 – fique atento às regras da viagem ou pacote

Não é porque o serviço está sendo oferecido pela metade do preço que a promoção realmente vale a pena para você. Leia com atenção o que está incluído na oferta, como transporte de bagagem, traslados e refeições, possibilidade de cancelamentos ou adiamentos das reservas, datas limite para uso do serviço. Em muitos destinos, os estabelecimentos seguem regras de acomodação que variam conforme a situação do contágio pela população. Melhor definir as datas com antecedência, portanto. E ficar atento aos detalhes: como será o chek-in, o café da manhã pode ser feito no quarto, há serviço de quarto disponível?

3 – recomece com viagens de final de semana

Antes de fechar a compra, avalie se realmente essa é a viagem que você e sua família gostariam de fazer, se o destino tem a sua cara, se o tempo da viagem e o meio de transporte é adequado, se o estilo da hospedagem se encaixa nas suas preferências. De aluguel de casa inteira num sítio aos resorts de luxo, cada ambiente tem o público que “fecha”. E tudo importa. Não basta o preço se encaixar no seu orçamento. Na dúvida, talvez seja melhor aplicar o dinheiro já disponível ou economizar um pouco mais. E para fugir da mesmice, sempre há a possibilidade de conhecer um hotel diferente na própria cidade, com oferta de serviços que talvez não fosse possível aproveitar durante uma viagem mais longa. Com a temperatura subindo no Sul e Sudeste, outra dica é passar o dia em lugares day-use, fazer uma trilha guiada com segurança e todos os cuidados com a saúde e a natureza. As agências estão aí para indicar guias certificados. 

E lembre-se que toda viagem é única. Nós também somos. E é necessário respeitar nosso tempo e nossas escolhas, tanto quanto respeitamos o nosso bolso. 

Sem comentários

comente