Página inicialProjetos SociaisMissão médica encerra com dois mil atendimentos

Missão médica encerra com dois mil atendimentos

img_20161106_074347059
Duas intensos e gratificantes. A Missão Médica VV no sertão do Piauí realizou aproximadamente dois mil atendimentos entre os dia primeiro e nove de novembro.
img-20161103-wa0049
Foram beneficiados moradores  dos quilombos da Serra do Inácio, em Betânia do Piauí; Batemaré, em Paulistana; da comunidade Tanque de Cima e no centro de Acauã. Municípios que ficam no sul do estado, a aproximadamente 500 Km da capital, Teresina, e onde o serviço público de saúde chega raramente, sendo oferecido com muitas deficiências.
img_20161104_083658804
img_20161103_084304142
A ação envolveu 23 voluntários, entre equipes médica e logística, além do grupo de apoio local. Participaram das atividades profissionais de mais de dez especialidades da área da saúde, como odontologia, psicologia , fisioterapia, clínica médica, cirurgia, pediatria, oftalmologia, ginecologia, infectologia, entre outros.
_dsc3295-1
O atendimento domiciliar foi um diferencial. Pacientes com dificuldade de locomoção foram identificados com antecedência e receberam a visita de médicos, fisioterapeuta e psicólogo, que percorreram as estradas entre as comunidades quilombolas em camionetes 4×4. Num dos casos, uma senhora de 77 anos ganhou um andador levado de São Paulo.
img-20161103-wa0075
Oftalmologia, pediatria e odontologia foram as especialidades de maior procura. Luziene acordou cedo e veio com os três filhos para ir ao dentista. Aos 26 anos, nunca tinha sentado numa cadeira odontológica e  não escondia o receio. “Tô com medo”, confessou com o olhar baixo.
img-20161108-wa0030
Além de consultas, os sertanejos tiveram acesso a exames e cirurgias, e receberam a medicação prescrita para os tratamentos. Pessoas com baixa visão voltaram para casa com o óculos indicado, montado na hora. Foram entregues 650 óculos feitos com material reciclado.
_dsc4527
Durante os dez dias da Missão Médica VV alguns pacientes precisaram de atendimento de emergência e foram encaminhados para internação em Paulistana, a maior cidade da região e a única a contar com hospital. Um desses pacientes era Ruan, menino de seis anos, que apresentava quadro de desnutrição e desidratação graves. Ele teve alta depois de três dias e continua em observação.
dsc_1750
Todo o material adquirido para a ação e que ficou sem uso foi doado para utilização nos municípios. O propósito agora é realizar a segunda Missão Médica em 2017.
Veja as outras reportagens desta cobertura especial no sertão do Piauí.
Voluntários aproveitam as férias para levar serviço de saúde aos moradores do sertão
Missão médica no Piauí desafia dificuldades do sertão
A delicada força da mulher sertaneja
Suicídio, a dor invisível no sertão

Últimos comentários